sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Á Descoberta da Natureza

Um pouco de turismo em sítios demasiadamente belos.


O dia amanheceu um pouco cinzento, ameaçava chuva, as nuvens cobriam o céu, o azul estava cinzento, embrulhei-me com força na manta que trazia nas costas, o frio mordia-me os ossos, será que iria puder visitar todos aqueles lugares, que os panfletos da viagem mostravam, tão azuis, a água azul translúcida, o sol, o calor, a areia cinzenta que convidava a passear pela beira mar, e afinal? Onde estava aquela beleza que tinha sido vendida?

Sentei-me no parapeito da janela que supostamente deveria dar para o mar, o qual eu não via, desapareceu? Ou estarei enganada no quarto?? Talvez, quando cheguei ao hotel já era de noite.

Bom, que fazer? Voltar para a cama? Não, não me estava a apetecer nada ficar fechada entre quatro paredes, tinha que ir explorar o que tinha visto nos panfletos.

Depois de um banho, e já vestida, voltei a olhar para a janela. Espanto. O sol estava a furar as nuvens e o cinzento já pouco existia, e arregalei os olhos, á minha frente o mar azul…., lindo fiquei de boca aberta, afinal ele estava mesmo á minha frente, tal postal ilustrado, e de máquina ao ombro, mochila, ténis e um chapéu na cabeça, ai desci e foi em busca do paraíso.

Deixo algumas fotos que ficarão para sempre que eu quiser recordar esta beleza tão grande, que voltarei outra vez, de certeza que sim:






E por agora só estas, irei colocando mais, quero partilhar esta beleza com todos os que pararem por este meu local.






AnaBorges
















1 comentário:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Não sei se as fotos sao proprios ou apenas para ilustrar este lado belo e maravilghoso da vida que merece e deve ser também passado, como no final referes ;) mas o texto está belíssimo. E obrigado por um blog de luz :)

beijo amigo